Loading...

News

17/03/2021 | 11h38 By

Reunião com DNIT

Aconteceu nesta terça-feira(16/03/2021), uma importante reunião, realizada virtualmente com o DNIT, tendo como tema central a poda dos plátanos.

Participaram da reunião o Diretor Presidente da Associação Rota Romântica, Sr. Cláudio José Weber, o Engenheiro Civil Sr. Rogério Machado Ragagnin, Especialista em Infraestrutura de Transportes, e, o Engenheiro Florestal Sr. Giovani Willer, Gestor ambiental da empresa Etel / Atp, responsável pela supervisão da BR 116 Norte. Ambos os Engenheiros fazem parte da equipe técnica contratada pelo DNIT para realização da manutenção da BR 116.

Em fevereiro, quando do início do trabalho de poda pelo DNIT, a Associação Rota Romântica contatou o órgão colocando-se à disposição para juntos discutir sobre a intervenção de uma poda não agressiva aos plátanos.

Inicialmente foi realizada uma poda mais drástica da vegetação geral e neste segundo momento será realizada a poda dos plátanos que busca a segurança e a trafegabilidade da rodovia.

Na reunião, o Sr. Cláudio reforçou a preocupação na preservação das árvores, com a formação natural dos túneis que levou tantos anos para acontecer, mas também com a necessidade e importância de assegurar a trafegabilidade e segurança dos usuários na rodovia, motivo pelo qual existe a necessidade de realizar podas pontuais nos plátanos.

Cabe salientar, que o próprio DNIT tem-se mostrado sensível e comprometido com a manutenção dos plátanos, assim como a Associação Rota Romântica tem plena ciência da necessidade de deixar a rodovia, além de atraente, segura aos que transitam por ela.

Todo o processo de poda dos plátanos foi minuciosamente planejado, analisado inclusive com a presença de um Engenheiro Florestal e o serviço será acompanhado para evitar que cortes desnecessários de galhos aconteçam. Cada trecho da rodovia foi discutido e alinhado, buscando a melhor solução e correspondendo aos anseios de ambas as partes.

A poda será realizada somente nos galhos que se estendem sobre a rodovia e que oferecem algum risco, principalmente para o tráfego de caminhões, que em alguns locais atingem os galhos e precisam desviar do curso natural da rodovia invadindo a pista contrária, onde será inevitável uma poda mais radical, principalmente no início do trecho de Nova Petrópolis a Picada Café.

Os participantes da reunião comprometeram-se em continuar mantendo contato para eventuais novas situações que possam aparecer durante a realização dos trabalhos de poda para juntos tomarem as devidas decisões para cada caso.